Posts Tagged Apache

Ativando módulos e criando virtual hosts do Apache no Ubuntu

Boa tarde!

Sempre criei hosts virtuais no Linux e no Windows inserindo diretamente no arquivo de configuração do apache. Funciona, mas a pouco tempo encontrei em um blog americano (que infelizmente me esquecí de guardar a URL para citar a fonte) uma forma mais bacana de criar hosts virtuais no Apache do Ubuntu. Execute todos os comandos como root para simplificar o processo, ok? Vamos lá!

O Apache para Linux possui dois diretórios de sistema chamado sites-available e sites-enabled, localizados no /etc/apache2. Eles funcionam de forma semelhante ao mods-available e mods-enabled, onde para ativar um módulo do Apache basta usar o comando a2enmod. Para exemplificar, o comando abaixo iria ativar o módulo rewrite.load:

root@ThiagoPC:/etc/apache2/mods-enabled$ a2enmod rewrite
root@ThiagoPC:/etc/apache2/mods-enabled$ /etc/init.d/apache2 reload

Para um virtual host o procedimento é parecido. Vamos criar uma estrutura PHP básica para testar o nosso virtual host:

root@ThiagoPC:/var/www$ mkdir teste
root@ThiagoPC:/var/www$ cd teste
root@ThiagoPC:/var/www/teste$ echo “<?php phpinfo(); ?>” > index.php

Este bloco de comandos cria um projeto chamado teste, com um arquivo index.php. Para testar este passo, digite http://localhost/teste no seu navegador. A tela do phpinfo deverá ser exibida.

Agora acesse o diretório /etc/apache2/sites-available para criarmos o virtual host:

root@ThiagoPC:/etc/apache2/sites-available$ gedit teste

Quando o arquivo teste for aberto no gedit, cole o código a seguir e salve o arquivo.

<VirtualHost *:80>
DocumentRoot “/var/www/teste/”
ServerName teste
ServerAlias teste
ErrorLog “/var/log/apache2/teste-error.log”
CustomLog “/var/log/apache2/teste-custom.log” common

<Directory “/var/www/teste/”>
Options Includes FollowSymLinks
AllowOverride All
Order allow,deny
Allow from all
</Directory>

</VirtualHost>

Quando finalizar este passo, digite o seguinte comando para habilitar o “site” que você acabou de criar no seu Apache:

root@ThiagoPC:/etc/apache2/sites-enabled$ a2ensite teste
root@ThiagoPC:/etc/apache2/sites-enabled$ /etc/init.d/apache2 reload

Ao digitar este comando, o seu virtual host já foi criado e habilitado. Falta apenas adicionar um direcionamento para o seu host no arquivo /etc/hosts. Adicione a seguinte linha:

127.0.1.1 teste

Pronto! Ja está funcionando… Digite http://teste no seu navegador e você irá visualizar a mesma página com o phpinfo.

Para desabilitar módulos ou sites, os comandos são a2dismod e a2dissite, respectivamente.

Um abraço!

, , , ,

17 Comentários

Google lança módulo para acelerar o carregamento de páginas

Pacote deverá realizar a otimização de 15 itens que têm influência no desempenho de carga das páginas web.

No ano passado, no intuito de tornar a web mais rápida, o Google apresentou o Page Speed, ferramenta usada por desenvolvedores de páginas web para acelerar o carregamento do conteúdo. Com base nas informações dadas pelo Page Speed, era possível otimizar a carga de imagens, do CSS, de JavaScript e do HTML em geral.

Sem trabalho manual

Nesta quarta (3/11), a Google lançou o módulo “mod_pagespeed”, para servidores HTTP Apache. Esse módulo deverá realizar a otimização de maneira automática. Logo de saída o pacote deverá realizar a otimização de 15 itens que têm influência no desempenho de carga das páginas web, como o cache do servidor e as rotas entre o servidor e o cliente. Houve casos, segundo a Google, de melhora de até 50% no tempo necessário para carregar determinadas páginas.

Segundo os criadores do módulo, as seguintes melhorias que antes tinham de ser feitas manualmente, agora ficam a cargo do mod_pagespeed:

– Otimização de conteúdo gerado por um CMS, sem alterar a estrutura e a dinâmica do editor de conteúdos
– Recompactar imagens quando avaliar que o contexto HTML serve apenas de suporte
– Estender o tempo de vida do cachê de elementos como logomarcas e outros arquivos de imagens para um ano, sem interferir na possibilidade de atualizar esse conteúdo.

Parcerias

Na lista de atuais parceiros da Google para implementar o mod_pagespeed estão os provedores de hospedagem Go Daddy e a Cotendo, firma que presta o serviços de aceleração de páginas na internet.

O módulo, na distribuição para Linux, é baseado em código fonte aberto. Nas versões de servidores HTTP para outras plataformas sua integração é relativamente simples. Basta baixar o pacote e incluir a linha no arquivo de configuração do servidor.

Fonte: IDG Now

,

Nenhum comentário.

Zend Server CE

A um bom tempo venho desenvolvendo com o Linux aqui na minha máquina do trabalho (e em casa também), mas esta semana precisei voltar ao Windows. Confesso que tinha um certo “trauma” para configurar o ambiente de desenvolvimento no Windows, seja instalando separado o Apache e o PHP, seja usando os “AMP´s” da vida. Mas dessa vez resolví usar o Zend Server Comunity Edition. Com ele não tive problema nenhum para integrar o Apache com o PHP, nem muito menos para habilitar as extensões que uso aqui (mysql, pgsql, oci)… O console de administração também é bem bacana. Realmente gostei e recomendo! No Linux ainda não testei, mas quem sabe em breve…

Site oficial do Zend Server Comunity Edition

, , ,

1 Comentário