Posts Tagged Games

A história dos games

Vídeozinho muito bacana, vale a pena assistir! Tem uns consoles aí que eu nem conheço! Rs…

History of Gaming from Florian Smolka on Vimeo.

Nenhum comentário.

Corrida dos 16 bits

O que aconteceria quando os personagens mais famosos dos jogos mais queridos da época mais saudosista dos games disputassem uma corrida? Neste pequeno vídeo, inúmeros personagens da era 16-bits aparecem numa suada corrida para ver quem vence. O maior desafio mesmo é você, espectador, reconhecer e nomear todos os personagens!

Confira o vídeo, que pode te surpreender no final!

Fonte: Jovem Nerd

,

Nenhum comentário.

Xbox 360

Quando o assunto é consoles, sempre preferí a Sony com os seus Playstations da vida. A última experiência com consoles de outras marcas que tive foi um pouco traumática (Sega Saturn, a bastante tempo atrás), depois disso adquiri o Playstation 2 e o PSP. Ambos me deixaram satisfeitíssimos, mas…

Dessa vez resolví “inovar” novamente. Tenho visto o barulho que o Xbox vem fazendo e resolví ver se realmente vale a pena. Um amigo trocou o dele (modelo Arcade, com aproximadamente um ano de uso mas em perfeitíssimo estado) por um Playstation 3 e me vendeu por um preço bem acessível..

Gostei muito da navegabilidade dele, gerência de perfis… O processamento gráfico é demais! Ainda não testei o Xbox Live, mas pretendo em breve…

Enfim, estou a duas semanas com meu Xbox e estou muito satisfeito! Se você está em “dúvida” se compra um ou não… Vai na fé, você não vai se arrepender!

,

1 Comentário

A evolução do Need for Speed

Quem nunca jogou pelo menos um game da série Need for Speed? Impossível! Tanto para games de PC quanto para consoles, o NFS revolucionou os jogos de corrida… Eu particularmente joguei quase todos os games, mas gostei mais dos “undergrounds”. E você?

A UOL publicou hoje um álbum com a evolução da série, vale a pena conferir:

Álbum UOL Jogos

Site oficial da série NFS: http://www.needforspeed.com/

Nenhum comentário.

Um em cada dez aficionados por games é jogador patológico

“Mais de 48 horas seguidas sem sair do computador. Até para o coordenador de um programa para dependentes em internet como o psicólogo Cristiano Nabuco, da Universidade de São Paulo (USP), a história causou impacto. Mas é o que passou um jovem levado pela mãe ao consultório particular do especialista recentemente. “Ele não saía do jogo nem para ir ao banheiro”, conta Nabuco. A mulher chegou a ser notificada pelo condomínio porque o garoto jogou a cueca suja de fezes pela janela.

O vício em jogos online e a própria dependência em internet ainda não foram catalogadas como doença na bíblia da psiquiatra, o DSM (Diagnostic and Statistic Manual of Mental Disorders). Mas tudo indica que esse tipo de transtorno entre para o guia nos próximos anos, como já foi recomendado pela Associação Médica Americana (AMA).”

Na minha opnião, tudo na vida em quantidade exagerada faz mal. Lí esse artigo da Tatiana Pronin (Editora da UOL Ciência e Saúde) e achei interessante colocar aqui no blog. Vale a pena ler!

Leia o artigo na íntegra.

Fonte: UOL

Nenhum comentário.

Call of Duty – Modern Warfare 2

Este mês foi lançado o jogo Call Of Duty – Modern Warfare 2, da Activision. Assim que ví a materia vim correndo postar aqui, pois a primeira versão desse jogo foi um dos melhores (se não tiver sido o melhor) jogos da categoria que já joguei até hoje. Tanto o modo single quanto o modo multiplayer, prendem o jogador com gráficos impecáveis e missões dinâmicas, diferente do bom e velho Counter Strike, onde todos já sabem onde estão os “alvos”. Enfim, fica a indicação… Eu vou correr esta semana pra comprá-lo!

“A grande imersão proporcionada por alguns jogos de videogame da atualidade os coloca níveis acima de outras produções culturais como filmes e músicas e transforma o título em um padrão a ser seguido por toda a indústria. A realidade que o game “Call of duty: modern warfare 2” consegue apresentar é tanta que, por meio dos gráficos e do som ininterrupto dos tiros, o jogador se sente dentro de uma verdadeira zona de combate.

O título, desenvolvido pela Infinity Ward e produzido pela Activision, é a sequência direta do primeiro “Modern warfare”, lançado em 2007, que conta a história de um grupo de soldados americanos contra terroristas russos. O game é de tiro em primeira pessoa, ou seja, o jogador enxerga pelos olhos do personagem, com a arma utilizada em primeiro plano. A guerra fictícia retratada apresenta muita violência, tornando o jogo não recomendado para menores de 17 anos nos Estados Unidos. No Brasil, o jogo ainda não tem classificação indicativa definida.”

Plataformas: PlayStation 3 (versão testada), Xbox 360 e PC
Produção: Activision
Desenvolvimento: Inifinity Ward
Distribuição no Brasil: Synergex e NC Games
Gênero: Tiro em primeira pessoa
Lançamento: 10/11/2009
Preço sugerido: R$ 230 (para PS3 e Xbox 360)
Nota: 9,5*

Fonte: Globo.com

Nenhum comentário.