Posts Tagged PDO

PDO: PHP Data Objects (Parte 2)

Continuando o post sobre PDO, veremos agora as operações de insert, update e delete utilizando PDO.

Inserindo registros

//Inserindo dados com o PDO…
  1.  
  2. $sql = "INSERT INTO usuario (login, senha)
  3.           VALUES (?, ?)";
  4.  
  5. $stmt = $pdo->prepare($sql);
  6. $stmt->bindParam(1, $login);
  7. $stmt->bindParam(2, $senha);
  8. $stmt->execute();
  9.  
  10. $pdo->commit();


Atualizando registros

//Atualizando com PDO…
  1.  
  2. $sql = "UPDATE usuario
  3.           SET login = ?,
  4.           senha = ?
  5.           WHERE id = ?";
  6.  
  7. $stmt = $pdo->prepare($sql);
  8. $stmt->bindParam(1, $login);
  9. $stmt->bindParam(2, $senha);
  10. $stmt->bindParam(3, $id);
  11. $stmt->execute();
  12. $pdo->commit();


Excluindo registros

//Excluindo com PDO…
  1.  
  2. $sql = "DELETE FROM usuario WHERE id = ?";
  3.  
  4. $stmt = $pdo->prepare($sql);
  5. $stmt->execute(array($id));
  6. $pdo->commit();

Enfim, é isto. Foi apenas uma introdução… Espero que seja de grande utilidade pra vocês 😀

Documentação oficial do PDO: http://www.php.net/manual/pt_BR/book.pdo.php

Um abraço!

, ,

Nenhum comentário.

PDO: PHP Data Objects (Parte 1)

“O PHP Data Objects (PDO) é uma extensão que define uma interface leve e consistente para acessar bancos de dados em PHP. Você pode executar todas as funções de banco de dados usando somente a extensão PDO. O PDO fornece uma camada de abstração de dados de acesso, o que significa que, independentemente de qual banco de dados você está usando, você utiliza as mesmas funções para as ações no banco. O PDO é uma função nativa a partir do PHP5.” (Adaptação da introdução ao PDO do PHP.net)

E aí pessoal? Tudo bem? Utilizar o PDO não é mais “opcional” no PHP. Desde que comecei a programar em PHP (não tem muito tempo, foi em 2007) utilizei as funções mysql e pgsql por pouco tempo apenas para aprender, depois partí para o PDO e a utilizo até hoje. O Zend Framework utiliza o PDO e a partir do PHP6 não haverão outras funções separadas por banco (como ainda existe no PHP5 a mysql_connect, etc), será utilizado somente o PDO.

Mas porque usar O PDO? Porque ela é extremamente segura com relação a SQL Injections e faz tudo de forma simples e rápida. O que é complicado fica fácil com o PDO.

Então vamos lá, nesta primeira parte mostrarei como abrir uma conexão MySql e executar uma consulta simples e uma consulta com condições com o PDO.

Abrindo a conexão

  1. <?php
  2.  
  3. $objPdo = new PDO('mysql:host=localhost;dbname=nome_do_banco', 'username','password');
  4.  
  5. ?>

Executando uma consulta simples

  1. <?php
  2.  
  3. $sql = "SELECT * FROM produtos";
  4. $result = $objPdo->query($sql);
  5.  
  6. ?>

Executando uma consulta com várias condições

  1. <?php
  2.  
  3.  
  4. $sql = "SELECT * FROM produtos WHERE tipo = ?, marca = ?, cor = ?";
  5.  
  6. $arrWhere = ('notebook', 'xingling', 'preto');
  7. $query = $objPdo>query($sql)
  8. $result = $query->execute($arrWhere);
  9.  
  10. ?>

Simples, não? No próximo POST vamos ver as outras operações de banco… Até lá!

, ,

3 Comentários